-

"Engolimos de uma vez a mentira que nos adula e bebemos gota a gota a verdade que nos amarga." Denis Diderot

sábado, 20 de julho de 2013

As meninas



“Eu não estou interessado
em nenhuma teoria,
em nenhuma fantasia,
nem no algo mais.
Longe o profeta do terror
que a laranja mecânica anuncia.
Amar e mudar as coisas me interessa mais.”
Belchior

Capa do CD


Todo sentimento
 
A receita para uma boa audição é você estar em paz. Em paz com você, em paz com a vida, com o seu próximo. Bom seria mesmo se você estivesse com uma vontade louca de fugir da pauleira do dia a dia. Você chegou cansado. Tá tudo em paz, mas você quer um complemento para esse momento bom. Busque o CD das meninas, bote pra tocar. O volume ideal é aquele bem ambiente. Sinta os acordes.  Então ouça atentamente a voz suave da vocalista. Ela é a Danny Nascimento. A voz de apoio, que casa tão bem com a principal, feito uma mão e a luva, é da Vaninha. Falando assim, com essa intimidade, alguém vai pensar: tá puxando o saco. Aí tem jabá. Tem não. Mas não tem mesmo. É que quando eu simpatizo é assim. E é verdade. As meninas agradam mesmo. São boas, afinadas. Simples e sinceras. Ops, mas não pensem que vão ouvir uma Janis ou uma Elis. Nem uma Gal Costa ou uma Tina Turner. Ela está mais para uma Nara, uma Fernanda (Takai). E isso talvez seja o trunfo.

A escolha do repertório foi primeira. As músicas são boas, são clássicos consagrados da MPBe do rock brazuca. Essas canções vão te tocar a alma, você vai ver. Uma delas, porém, merece destaque: Não Sei Por Quê. E eu vou dizer o por quê: essa canção é autoral. É sim. É da Danny Nascimento e, segundo sua autora, surgiu assim, de uma vez só. Fico feliz quando vejo um artista nosso criando suas próprias canções. É muito bom você pegar um disco recheado de canções inéditas, que foge do repeteco, do cover. Regravações é legal, mas material inédito é melhor. Valoriza muito e muito o artista. Todos ganham com isso. Intérprete e compositor.

Mas isso não é uma resenha de disco. Que fique bem claro. Não sou crítico musical. Não tenho cacife para isso. É somente uma dissertação sobre um disquinho de duas meninas. É que eu me empolgo quando me deparo com um trabalho bom, de gente boa, gente nossa.

Fazia tempo que eu não apreciava mais aquela minha bebida favorita. Aliás, há tempos eu não tomava nada. Mas eis que de repente me vejo de taça na mão; ouvindo o CD da Danny Nascimento e Vânia Simião, que como o título mesmo diz é todo ele puro “sentimento”, viajei na suavidade das suas vozes. Mudei de ideia. Saquei do saca-rolha... Me embriaguei de som e de vinho.

Eliel Silva/julho.2013


 Contra capa do CD
* A Danny Nascimento também apresenta o programa Canta Brasil, que vai ao ar todo domingo a partir das 20h30, na 87 FM de Ceará-Mirim. Nesse programa além do melhor da MPB nas vozes dos cantores e cantoras de nome nacional, você pode ouvir as performances dos nossos artistas da terra. É a prata da casa com voz e vez.

Um comentário:

Danny Nascimento disse...

Fiquei feliz e lisonjeada ao ver em seu Blog essa homenagem que você nos fez. Para mim é uma honra tê-lo em meu círculo de amigos, esse grande poeta, pensador, e sei que é até compositor, mas que além de tudo é um grande ser humano, de alma humilde, qualidade que prezo verdadeiramente em alguém, simples e transmite uma paz que nossa, é bom demais da conta. Alma Nobre, uma criatura abençoada por Deus. Como você já bem me conhece, sabe que não falo palavras somente para agradar, falo quando sinto, quando acho de verdade, então meu amigo, continues assim, transmitindo esses sentimentos bons por onde passa e continue nos alegrando juntamente com o Edvaldo Morais "Tio Ed" nossas manhãs de domingo com o programa Jovem Guarda na 87 Fm Vale Verde. Grande abraço e mais uma vez OBRIGADA!